Enquanto houver luz

.



Livro: Enquanto Houver Luz (While the Light Lasts and Other Stories)



Autor: Agatha Christie


Editora: Record




Minha terceira experiência com livros de contos da Agatha (as outras foram com “Os treze enigmas” e “A mina de ouro”), essa coletânea reúne nove contos bem diferentes uns dos outros.


O primeiro, “Casa dos sonhos”, é um tanto sombrio e trágico. Em “A atriz” a personagem-título prepara uma armadilha para manter afastado dela um chantagista. Um conto curto e bem objetivo. O próximo, “Tensão e morte”, um pouco mais longo, trata de traição e mais uma vez chantagem, com um final infeliz. Em seguir vem “Aventura natalina”, em que um crime acontece e é investigado pelo detetive belga Hercule Poirot. Em “O deus solitário”, um rapaz e uma moça completamente sozinhos no mundo desenvolvem um relacionamento após se conhecerem no Museu Britânico. A seguir, “O ouro de Man”, que entre todas as histórias citadas aqui é a que mais prende a atenção do leitor, mas sem grandes surpresas no seu desfecho. Em “Paredes que atormentam”, mais um triângulo amoroso com final triste. O oitavo conto, “O mistério do baú de Bagdá”, é uma típica história de Agatha. O último, que empresta o título ao livro, “Enquanto houver luz”, mistura o real e o imaginário. Cada conto é seguido pelo seu posfácio, com informações sobre a época e o contexto em que foi escrito.

Não há dúvida de que Agatha é muito habilidosa com as palavras, seja nos contos mais dramáticos e românticos ou nos policiais. Eu, porém, prefiro os romances de investigação e suspense – de preferência com Sir Poirot ou com a simpática Miss Marple – que a colocaram entre meus escritores preferidos.

Duas das citações que mais gostei:

“O orgulho está sempre disponível para mascarar nossos sentimentos... porém, não nos impede de senti-los.”

“...mas eu realmente acredito, mesmo assim, que significo algo de real para você. Ninguém fica zangado com as pessoas que nada significam.”



* Visite também o Canetas Coloridas e o The One With The Quotes.


* Se quiser receber por e-mail as atualizações do Diário de Leituras, clique aqui.






12 comentários:

Nanda disse...

Ei Paula,
Eu estou lendo todos os livros da Agatha no projeto da Tábata, mais ainda estou indo para o quarto rs
Alguns eu ja tinha lido e irei reler, mais nunca li livro de contos delas.
Adoro a Miss Marple muito fofo e o Poirot é uma comédia rs
bjoo

Lívia disse...

Nunca li nada da Agatha, tenho curiosidade em ler já que a legião de fãs é enorme... Parece interessante esse que você resenhou =)

Bia Mendonça disse...

Os quotes sao bem interessantes!

Bom final de semana!

bjs

Giuliane Fernandes disse...

Oi Paula, nunca li nada da Agatha, acredita? que vergonha hihihi!
Pretendo ler um pra ver se gosto!
Adoreii sua resenha, e ótima dica :D
Parece ser bem legal!!
beijos

Náh disse...

Olá!
Acho que é a primeira vez que visito seu cantinho! Adorei! Vou seguir!
Visita o meu também!
Beijos,
Náh

Iris disse...

Só li um livro dela até hoje. Tenho vontade de ler outros...
Tem uma coisinha pra vc no meu blog
:*

Sarah disse...

Adoro os livros da Agatha Christie, acredito já ter lido quase todos, mas como perdi a listinha com todos, nem tenho mais noção exatamente. Esse que vc postou aqui não me recordo, então vou procurar para ler.
Beijos,

PS: Vc já leu dela o Caso dos 10 negrinhos?

Dandra disse...

Gostei, tudo que envolva mistérios é muito instigante. Preciso ler um livro da Agatha.

Sandra disse...

Também nunca li nada dela. Mas minha irmã lia muito... Nossa...
Sempre é tempo.
Um abraço.
Te espero na curiosa. http://sandrandrade8.blogspoy.com
Já estou no segundo livro da leitura do projeto 12..
Com carinho
Sandra

Meu cantinho disse...

Oi, Paulinha!
Morro de vergonha por nunca ter lido um livro dela, mas tem dois na minha fila de próximos livros a serem lidos.
Gostei muito dessa citação: “...mas eu realmente acredito, mesmo assim, que significo algo de real para você. Ninguém fica zangado com as pessoas que nada significam.”
Perfeita!
Beijos,
Mari
www.rosas.nadiapag.com

♥Ana-upbreak♥ disse...

http://leticiaup.blogspot.com/
entre no meu blog,é legal,tbm,seu blog é super legal,parabéns.*-*

ATO DE PENSAR... disse...

Na conjecturas das boas intensões somos mesmo assim perdidos pelas frases e palavras erradas que podemos dizer um para o outro, mas no final não somos sincero totalmente, pois aquele que muito nos perturba, no fim descobrimos que sem ele nada somos, pois os demais não faz nenhuma diferença existir ou não....
Aprender e rever os conceito de amor é verdadeiramente está amadurecendo neste mundo com linhas tão lindas para ser vividas, então perdoe me não ser claro, por que sou assim mesmo, vejo arco iris em noites sem lua.

Um amigo perdido pelo caminho...
Mas encontrado por vários corações.

Postar um comentário

 

Copyright © 2009 . Designed by csstemplatesmarket

Converted to Blogger by BloggerThemes.Net Distributed by Blogger Templates