A biblioteca mágica de Bibbi Bokken

.


Livro: A biblioteca mágica de Bibbi Bokken

Autor: Jostein Gaarder e Klaus Hagerup

Editora: Companhia das Letras

Ano: 2003
 
 
 
 
Uma das coisas que me chamou a atenção para ler este livro foi o fato de já conhecer um dos seus autores, Jostein Gaarder, o mesmo de “O mundo de Sofia”. Outra foi a palavra “biblioteca” no seu título. Isso bastou para despertar o meu interesse e fazer com que eu o lesse.


Com enredo juvenil, trata-se da história de dois primos: Nils, doze anos, e Berit, treze, que passam as férias juntos em Fjærland, onde mora Berit, no interior da Noruega. No fim das férias, com o intuito de manter o contato, decidem iniciar um epistolário, cartas escritas em um diário que seria enviado pelo correio de um para o outro. Aparecem vários mistérios cercando o tal diário, a dupla acaba descobrindo uma biblioteca mágica e movidos pela curiosidade de conhecê-la, se metem em várias confusões.

O livro é dividido em duas partes. A primeira, intitulada “Epistolário” é composta pelas cartas trocadas entre os primos, relatando as ocasionais pistas que descobrem sobre a biblioteca secreta e sobre a misteriosa Bibbi Boken. A segunda, chamada “Biblioteca”, narra a chegada dos primos à tal biblioteca, seu encontro com Bibbi e traz detalhes mais técnicos a respeito da construção de livros.

Sobre os personagens centrais é interessante observar que Nils tem uma imaginação muito fértil, enquanto Berit, apenas um ano mais velha, é centrada e possui uma visão mais concreta das coisas, trazendo o primo sempre de volta à realidade.

Finalizo com uma citação dessa obra que traz uma das melhores definições de “livro” que já vi: "Um livro é um mundo mágico cheio de pequenos sinais, em que os mortos podem regressar à vida e os vivos podem viver eternamente. É incrível, fantástico e mágico que as letras do alfabeto possam formar tantas combinações, capazes de encher enormes estantes de livros e de escancarar-nos um mundo infindo, que continuará a crescer e a expandir-se enquanto houver homens sobre a Terra."




Aproveito para desejar um ano de recomeços, lutas, vitórias e aprendizado para todos os que têm me acompanhado desde o recente nascimento deste blog! Feliz 2010!


Ah, criei um pequeno (pequeno mesmo!) formulário com o intuito de conhecer meus ilustres visitantes e leitores. Além disso, se você quiser ser avisado quando o Diário de Leituras for atualizado, é só clicar aqui. É bem simples!

A morte do almirante

.

Livro: A morte do almirante

Autor: Agatha Christie e vários outros

Editora:  Record

Ano: 1931
 
 
 
 
 
Já nem sei mais quantos livros de Agatha Christie eu li ao longo da minha vida de leitora. Arrisco um "quase todos". Mais de cinquenta, com certeza. A verdade é que adoro as histórias cheias de mistério dessa escritora britânica.

Esse foi um dos motivos de eu ter lido "A morte do almirante". Este livro, porém, têm um diferencial: foi escrito à vinte e seis mãos, e não somente por Christie. Todos os seus treze autores são membros do Detection Club, formado por escritores ingleses do gênero policial.

Cada um deles teceu um capítulo, cada um com seu estilo e seu ritmo. Foi interessante sob essa ótica. Gosto dessa idéia de várias pessoas/artistas envolvidas em um mesmo projeto.

Quanto à história em si, eu sinceramente esperava mais. Um almirante é encontrado morto em um bote trazido pelo rio em um pequeno vilarejo e começa a investigação. Achei bem mediana, com personagens não muito profundos, sem tantos suspenses e com o final um pouco previsível.

Reconheço que a tarefa, visto que cada escritor construía seu capítulo e o próximo tinha que continuar dali, era difícil. Mas minhas expectativas eram altas, talvez por isso tenha me decepcionado um pouco.




É isso aí, pessoal! Aproveito para desejar a todos um Feliz Natal, em que seu verdadeiro significado - a celebração do nascimento de Cristo - seja contemplado com muito amor, paz e união!

Almanaque dos Seriados

.


Livro: Almanaque dos Seriados

Autor: Paulo Gustavo Pereira

Editora: Ediouro

Ano: 2008


.

.

Este almanaque, que eu desejei por algum tempo antes de conseguir comprá-lo, é mais para se ver do que para ler. Quem ama seriados, assim como eu, vai gostar muito!
.
Uma das suas melhores qualidades é a facilidade de lê-lo. Seus textos são informativos e pequenos, o que oferece uma praticidade de leitura. Outra, é a grande quantidade de imagens. Por outro lado, alguns seriados foram esquecidos, como Step by Step, e outros foram apenas citados, quando mereciam uma maior atenção do autor, como One Tree Hill. Senti falta também de um índice com os nomes das séries.
.
O livro é dividido por décadas, abordando desde as séries dos anos 1950 até as da década atual. Merecem destaque aqui as curiosidades acerca do elenco, da produção, dos bastidores dos seriados, uma das partes de que mais gostei.
.
Uma boa opção para as férias!


.
* Aceito parcerias com Blogs Literários (conferir seção Amigos), onde podemos trocar banners: eu coloco o seu aqui e você coloca o meu no seu blog.
.
* Ganhei agora um lindo presente de aniversário adiantado (meu niver é só semana que vem, dia 23/12) de uma amiga muito querida: uma versão em inglês do clássico "Jane Eyre", de Charlotte Brontë. É claro que amei!
.
* As inscrições para o Projeto 12 Livros em 12 Meses ainda estão abertas.
.
* Quem quiser receber as novidades e atualização via Twitter, siga-me!
.

A Irmandade das Calças Viajantes

.

.
Livro: A Irmandade das Calças Viajantes

Autor: Ann Brashares

Editora: Rocco

Ano: 2001
 
 
 
 
 
 
Este é o primeiro volume de uma série de quatro livros da americana Ann Brashares.

A história da "mágica das calças" é apenas um pretexto para contar a jornada de quatro inseparáveis amigas que passam pela primeira vez o verão separadas - Carmen vai passar um tempo com seu pai, na Carolina do Norte, Lena vai para a casa dos avós, na Grécia, Tibby fica na sua cidade para trabalhar e Bridget vai para uma colônia de férias, no México - mostrando como elas permanecem sempre juntas mesmo estando separadas fisicamente. Sim, é um livro sobre amizade, que é a protagonista do livro ao lado das quatro garotas.

Certamente consigo me ver um pouco em cada uma das meninas. Tenho a timidez, a paixão pela Arte e a aversão em chamar a atenção de Lena. A rebeldia, ironia e sarcasmo de Tibby. O desejo de liberdade de Bridget. Porém, posso afirmar que é com a Carmem que eu mais me pareço e me identifico. Nem ao menos sei explicar direito porquê. Ela é a escritora do grupo, tem uma alma sensível e um olhar diferente sobre si e sobre o mundo, procurando constantemente se conhecer e se entender.

Cada uma tem seu próprio desafio nesse verão. Carmen é obrigada a lidar com a nova família do pai, Lena tem dificuldades para deixar Kostos se aproximar dela, Tibby vive intensos momentos com a pequena Bailey e Bridget tem suas primeiras experiências amorosas com Eric, seu treinador. Mesmo a quilômetros de distância umas das outras, elas conseguem se encorajar e se manter unidas por meio de bilhetes e das Calças.

Brashares é muito boa com as palavras, cumprindo com competência a tarefa de contar essas histórias de forma sensível, forte e emocionante.

Alguns dos trechos que mais gostei:

"Somos tudo umas pras outras. Não precisamos dizer isso; simplesmente é assim. Às vezes, parece que estamos tão próximas que formamos uma única pessoa completa, em vez de quatro pessoas separadas. Acomodamo-nos em categorias - Bridget, a atleta; Lena, a bela; Tibby, a rebelde e eu, Carmen, a... o quê? A que tem mau gênio. Mas, a que mais se preocupa. A que se preocupa com que nos mantenhemos juntas. Você sabe qual é o segredo? É tão simples... Nós amamos umas às outras. Somos simpáticas umas com as outras. Você sabe o quanto isso é raro?"

"Esquecer e ter que se lembrar de novo era a pior parte."

"Talvez haja mais verdade em como você sente do que no que acontece de verdade."



O filme "Quatro Amigas e um Jeans Viajante" foi inspirado neste livro.




Estréia

.
Resolvi "parir" esse novo blog contando porque eu gosto tanto dos livros. Livros são companheiros, não julgam, acrescentam muito à vida em termos de conhecimento, cultura e experiência, divertem, emocionam. Quando era pequena, eu tinha medo de ficar entediada e sempre carregava um livro comigo. Até hoje sou assim.

Esse cantinho vai ser a casa do Projeto 12 Livros em 12 Meses. Aqui também vou compartilhar algumas das minhas resenhas. Como o título já diz, é um diário das minhas leituras.

Ah, o Canetas Coloridas e o The One With The Quotes continuam com suas postagens normalmente!

Esse blog foi concebido com muito carinho. Conto com vocês!
 

Copyright © 2009 . Designed by csstemplatesmarket

Converted to Blogger by BloggerThemes.Net Distributed by Blogger Templates